quarta-feira, 8 de março de 2017

ESTRELINHA




Fotos: Monalisa Arikawa

ESTRELINHA

Na quarta história, no livro Contos de Encontro, Planador tocou a estrela profundamente. Claro, no sentido de comover; sensibilizar. Porém, se o seu desejo é tocar, no sentido de apalpar... Serve uma estrelinha de papel?

MATERIAL

Sobra de papel de presente
Tesoura
Régua
Lápis

PASSO A PASSO

1 - Na sobra de papel, desenhe um filete de 1,5 cm por 26,5 cm (estrela maior) ou 1 cm por 26 cm (estrela menorzinha) e depois recorte.

2 - Numa das pontas do filete, faça o mesmo procedimento que faria para dar um nó. Observe o lado estampado/colorido. Se sobrar papel na ponta do “nó”, dobre ou recorte (imagem 2).

3 - Dobre a ponta maior sobre o “nó” – é necessário levar em consideração as laterais do polígono e o lado estampado/colorido do filete (imagem 4 e 5) – até restar uma pontinha de papel.

4 - Deposite a pontinha que sobrou dentro das dobras (imagem 6 e 7).

5 - Pressione o meio das retas para dar forma à estrela.


SUGESTÃO

Varinha de condão: cole a estrela na ponta do palito de churrasco e faça um laço abaixo da dobradura. Na foto, observe algumas ideias. Ah, lembre-se de enviar o clique da sua arte pelo e-mail: marketing@editorauirapuru.com.br.

Abraços e até o próximo encontro!

A Autora



segunda-feira, 8 de agosto de 2016

SINOPSE



Ofereço a você, leitor, quatro Contos de Encontro para reflexões aprofundadas sobre o tema. Na primeira história depare-se com Simas, uma múmia aparentemente livre, mas que vive presa ao seu corpo. Ir à luta é ir à vida neste encontro rumo à liberdade. Na segunda narrativa trocaremos as caminhadas em solo firme pelo mergulho em companhia da carpa valente. Quando o peixinho encontra o ecossistema marinho obtém novos ensinamentos e objetivos. Porém, é importante pensar duas vezes, antes de optar pela virada de bordo, principalmente, se foi feita uma promessa no passado. No conto seguinte, o encontro pouco agradável, mas previsto: toc, toc, é hora de Astúncio atender com a sua palavra! E, para encerrar, o conto de celebração natalina, a história da menina de vidro que busca ganhar de presente de Natal o encontro com o mundo.